FLAVEAT

SOBRE

SOBRE

OS OBJETIVOS ESPECÍFICOS DO PROJETO FLAVEAT

A Jordânia possui uma indústria alimentar produtiva e promissora, que se estima deter cerca de 50% da quota de mercado local, juntamente com outras indústrias intimamente associadas. A indústria alimentar representa também quase 15% das instalações industriais globais da Jordânia.

A questão alimentar é muito importante e afeta a segurança nacional palestiniana. O que o consumidor palestiniano enfrenta principalmente é o elevado número de promotores de alimentos estragados. Os palestinianos gastam cerca de 38% do seu rendimento disponível em alimentos. Assim, a legislação alimentar é um setor de crescimento importante e criará oportunidades de emprego para muitos jovens desempregados.

O projeto irá extrair conhecimento das instituições da UE participantes, que oferecem cursos de formação profissional em legislação alimentar e adaptá-lo às necessidades dos fornecedores de formação profissional na Jordânia e na Palestina.

38%

Os palestinianos gastam cerca de 38% do seu rendimento em
alimentos.

15%

A indústria alimentícia representa 15% do total das instalações industriais da Jordânia.

GRUPOS-ALVO

A indústria alimentarbeneficiará com a criação de etapas importantes no percurso de melhoria das competências do ensino e formação profissionais, centrado na qualidade e na orientação para a indústria.

Profissionais

Operadores de empresas do setor alimentar

Cientistas no domínio alimentar

Tecnólogos

Outros beneficiários

PRINCIPAIS OBJETIVOS DO PROJETO

Os objetivos específicos do projeto FLAVEaT são:

OBJETIVO 1

Criar um quadro profissional de EFP capaz e qualificado, que possua as capacidades técnicas e práticas para realizar o seu trabalho de forma profissional, proporcionando os conhecimentos necessários e com elevada qualidade.

OBJETIVO 2

Envolver grupos de discussão multiatores na reforma dos atuais programas de EFP no setor alimentar.

OBJETIVO 3

A criação de parcerias estratégicas entre as instituições de EFP e o setor privado através de um apoio empresarial estratégico. Isto irá colmatar a lacuna entre o processo de ensino académico e as necessidades do mercado de trabalho.

OBJETIVO 4

Capacitar o corpo docente e técnico para conceber e desenvolver programas de formação profissional em temas relacionados com a legislação alimentar.

OBJETIVO 5

Estabelecer transferência de conhecimento e colaboração entre institutos educacionais europeus e jordanianos/palestinianos sobre Legislação Alimentar.

OBJETIVO 6

Promover a cultura de qualidade do EFP na Educação e Formação Profissional Contínua (EFPC).

OBJETIVO 7

Promover a digitalização no EFP.

OBJETIVO 8

Criar percursos de aprimoramento na formação profissional e promover acreditação.